Chocolate com probióticos equilibra a microbiota intestinal e previne doenças

Muitas pesquisas já comprovaram os efeitos benéficos do consumo do chocolate para saúde. Contudo, esses benefícios podem ser ainda maiores caso o chocolate venha carregado com um coquetel de bactérias que controla e mantém a flora intestinal equilibrada. Segundo uma nova pesquisa chilena, as bactérias boas, também chamadas de probióticos, são excelentes para a prevenção de doenças.

Mas para que esse benefício seja realmente sentido, cada pessoa deve consumir o chocolate carregado com as bactérias necessárias para seu corpo. A cientista chilena Santiago María Apud do Imperial College of London, explicou que o paciente precisa, primeiramente, tomar uma pílula eletrônica para que seja identificado os níveis bacterianos e os desequilíbrios presentes na flora intestinal dele. Esse é o primeiro passo para o reconhecimento das necessidades de cada indivíduo.

Após ter todas as informações necessárias sobre a flora intestinal do paciente, os chocolates devem ser fabricados de forma personalizada com as bactérias necessárias para aquele paciente. Dessa forma, o combate às doenças intestinais que podem acabar afetando o sistema imunológico do paciente ocorre por meio dos probióticos que estão em falta para aquele indivíduo.

Além da primeira análise sobre a flora intestinal do paciente, a cientista informou que todos os meses o paciente deverá consumir uma pílula eletrônica, também chamada de “gutbot”, para que os níveis de bactérias sejam analisados. Já o consumo do chocolate com bactérias deverá ocorrer todos os dias.

“‘Mela’ (nome dado ao projeto), conjuga saúde com a rotina diária de se ingerir algo delicioso após as refeições, de tal maneira que não seja um problema ingerir o probiótico, e sim um prazer”, revelou a pesquisadora Apud.

Segundo a especialista e criadora do projeto Mela, a microbiota intestinal possui um valor bastante significativo para a saúde humana, como o controle e a manutenção do sistema imunológico. Na opinião de Apud, a maioria das pessoas ignoram a saúde intestinal no dia a dia. “Nossa microbiota intestinal é muito relevante para a nossa saúde, mas é algo que muitos ignoram hoje em dia”.

Os probióticos não são exclusividades do projeto Mela, atualmente há diversas pesquisas em cima dessas bactérias consideradas boas para a saúde. Os benefícios são tantos que até cosméticos com probióticos tem sido testado para proporcionar rejuvenescimento da pele.